quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Vice-primeiro-ministro da Coreia do Norte é executado, diz agência

Vice-primeiro-ministro da Coreia do Norte é executado, diz agência



O vice-primeiro-ministro da Coreia do Norte, Choe Yong-Gon, foi executado por ter expressado frustração com as políticas do líder Kim Jong-Un. A informação é da agência de notícias sul-coreana Yonhap, citando fonte anônima, publicada nesta quarta-feira (12) pelo Correio Braziliense. Choe assumiu o cargo em 2014 e teria sido executado por um pelotão de fuzilamento em maio, após manifestar oposição às políticas florestais promovidas por Kim. Segundo informou o Ministério da Unificação da Coreia do Sul, o vice-primeiro-ministro foi visto pela última vez em dezembro, no aniversário da morte do falecido líder Kim Jong-Il. Se confirmada, a morte de Choe pode ser a segunda relatada este ano - em abril, o ministro da Defesa Hyon Yong-Chol foi supostamente executado pela artilharia antiaérea por insubordinação e por cochilar durante eventos militares oficiais. A Coreia do Norte não confirmou oficialmente a execução do ministro. Uma agência de espionagem de Seul alegou em maio que Kim havia executado dezenas de funcionários desde que assumiu o poder após a morte de seu pai, em dezembro de 2011. Informações do Bahia Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário